Notícias >> Casas

Com transparência e sem mistérios

21 de mai de 2013 | Por: Seu Lar Aqui

Usar vidro como elemento principal nas fachadas serve a diversos propósitos: valorizar a entrada de luz natural, harmonizar os traços arquitetônicos, criar leveza para a decoração do interior e integrar a paisagem. Vale investir em portas de correr ou até mesmo abusar do material em paredes inteiras, como você vê nos cinco projetos abaixo:

Por Andressa Trindade

Privacidade a toda prova

Nesta casa de 300 m², a arquitetura brutalista é o estilo que manda e desmanda nos traços retos e “sem frescuras”. Para equilibrar o intenso uso de concreto dentro e fora, os profissionais do escritório MMBB – Fernando de Mello Franco, Marta Moreira e Milton Braga –, incluíram paredes de vidro em todo o entorno da residência da colega de profissão Adriana Rolim. Mas, atenção: a ideia só é viável quando o posicionamento da construção no terreno protege a morada dos olhares dos curiosos.

Reforma translúcida

De que serve ter uma vista deslumbrante do bairro do Pacaembu e da Avenida Paulista se as paredes atrapalham o olhar? O arquiteto responsável pelo projeto, Paulo Mendes da Rocha, teve essa sensibilidade e na reforma radical priorizou a inclusão de vidro na fachada dos fundos. Toda a circulação vertical fica aparente ao o exterior da construção, que integra a casa, de 657 m², com a paisagem através de uma parede transparente com brises. O enorme caixilho tem estrutura de vigas de aço e esquadrias metálicas fixas e basculantes.

De bem com o jardim

Com o arquiteto Eduardo Chalabi não houve meio termo: a reforma foi radical e o imóvel, de 122 m², lucrou: ganhou amplitude e conforto. As estruturas modernas têm a mistura exata entre concreto, alumínio e vidro. Este último material deu origem a espaços fluidos, como é o caso da sala com vista para o jardim (foto), onde as portas de vidro tipo camarão promovem a integração entre interior e exterior.

Doses de frescor

Uma boa ideia para abusar do vidro com um resultado menos modernista é combiná-lo com madeira e, assim, fazer a divisão dos painéis. No caso do imóvel ao lado, cercado por mato, em Penedo, Rio de Janeiro, a combinação tem tudo a ver com o cenário. O responsável pela reforma é o designer de interiores Gabriel Valdivieso, irmão do morador. As portas e janelões substituíram as portas antigas, que barravam a entrada de luz natural.

Aberta ao bosque

O estilo arquitetônico desta casa, de 567 m², prioriza as linhas retas – a construção parece um tablado de madeira inserido na paisagem. Responsável pelo projeto, o arquiteto Marco Peres protegeu a fachada frontal do sol com painel de itaúba. Atrás, fez justo o contrário: optou pelos painéis de vidro temperado, 30 x 4 m, para integrar a morada ao bosque do condomínio, em Araçoiaba da Serra, interior paulista.

  • Imprimir

Notícias relacionadas

Quartos lúdicos ajudam crianças a superar medos

Móveis divertidos e interativos são bons aliados da decoração para ... Leia mais >


Diga sim ao bege na decoração; veja dicas para usar a cor

As cores fazem a cabeça de estilista e decoradores. Porém, ainda há... Leia mais >


Use a decoração para camuflar aparelhos eletrônicos

Livros podem ser utilizados para esconder roteador e como carregado... Leia mais >


Fotografias na decoração tornam ambiente criativo e intimista

Proposta resulta em efeitos modernos e personalizados na composição... Leia mais >


Cinco maneiras de criar uma decoração descontraída em casa

Seguir regras e tendências à risca nem sempre garante uma decoração... Leia mais >